quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

Esqueleto apendicular

Membros e cinturas articulares



Braços: começam com o ombro formado pela clavícula e pela escápula. A articulação do ombro é bastante móvel, o que permite mover o braço em todas as direções; esta articulação junto com a do quadril é uma das mais importantes no corpo humano. O osso do braço é o úmero, longo e robusto; o antebraço é formado pelos ossos: rádio e Ulna (cúbito). O rádio termina no cotovelo com a articulação e o ulnam (cúbito) apresenta (em correspondência com o cotovelo) um saliente que não permite ao antebraço pregar-se quando está distendido em linha reta com o braço. Com os dois ossos do antebraço se articula na sua parte inferior a mão.
Mão: é formada por 13 ossos pequenos: 8 são chamados ossos do carpo, são os que formam o punho; 5 são os metacarpos e que correspondem à superfície dorso-palmar da mão.
Dedos da mão: formados pela primeira, segunda e terceira falanges (o polegar tem só dois).
Pernas: estão unidos ao osso sacro por meio de um sistema de ossos que são denominados cintura pélvica ou pélvis, que é formada pela fusão de 3 ossos: íleo, ísquio e púbis. Com a pélvis se articula o fêmur, osso do quadril que é o mais longo e mais forte de todo o corpo. Na sua parte inferior o fêmur se une à tíbia e ao Fíbula (perônio), que são os 2 ossos da perna. Esta união tem lugar na articulação do joelho, do qual forma parte a Patela (rótula) e os meniscos (dois discos cartilaginosos cuja rotura é muito freqüente em alguns esportistas). Interpostos entre os côndilos femorais, a tíbia e o fíbula (perônio). Por último, aos ossos da perna se articulam com os do pé.
Pé: o calcâneo, o astrágalo, os ossos metatarsos, os dos dedos que têm 3 falanges, exceto o primeiro que tem duas.

Sem comentários:

Enviar um comentário